Anterior

PROCESSO SELETIVO

Verstibular
Presencial 2023.2

Acesse abaixo as informações sobre os processos seletivos em 2023.2, para os cursos de Educação Física, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Medicina, Nutrição, Odontologia e Psicologia.

Processos Seletivos Online 2023.2

Confira as informações sobre as formas de ingresso online que a FPS oferece em 2023.2 para os cursos de Educação Física, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Nutrição, Odontologia e Psicologia.

Transferência
Portador de Diploma 2023.2

Confira todas as informações sobre os processos seletivos para Transferência e Portador de Diploma em 2023.2.

A Faculdade Pernambucana de Saúde utiliza a mesma metodologia adotada nas melhores universidades do mundo, o método de ensino ABP – aprendizagem baseada em problemas. Aprendizagem Baseada em Problemas: Uma abordagem inovadora na formação de profissionais de saúde. A Aprendizagem Baseada em Problemas (ABP) representa uma importante e ampla mudança no cenário educacional para formação de profissionais de nível superior, sobretudo em cursos na área da saúde.

Esta inovadora abordagem educacional foi desenvolvida inicialmente no Canadá (1969), sendo implementada em várias universidades e faculdades de ponta em todo o mundo. O método ABP enfatiza a aprendizagem ativa e significativa, baseando-se em 4 modernos princípios de aprendizagem: construtivo, colaborativo, contextual e autodirigido.

O estudante é considerado o centro do processo de aprendizagem. A partir da contextualização e resolução de problemas reais, os estudantes divididos em grupos tutorias de até 12 participantes, constroem ativamente o conhecimento de maneira colaborativa, compartilhando tarefas e responsabilidades, sob a supervisão de tutores. Deste modo, desde o início do curso, os estudantes vivenciam uma abordagem e ambiente educacional que propiciam o desenvolvimento de conhecimentos e habilidades profissionais, como liderança, senso crítico, comunicação, trabalho em equipe, raciocínio clínico, entre outros.

Em Pernambuco, a Faculdade Pernambucana de Saúde é pioneira na implementação do método ABP no currículo de seus programas e cursos de graduação e pós-graduação.

A Faculdade Pernambucana de Saúde utiliza a mesma metodologia adotada nas melhores universidades do mundo, o método de ensino ABP – aprendizagem baseada em problemas. Aprendizagem Baseada em Problemas: Uma abordagem inovadora na formação de profissionais de saúde. A Aprendizagem Baseada em Problemas (ABP) representa uma importante e ampla mudança no cenário educacional para formação de profissionais de nível superior, sobretudo em cursos na área da saúde.

Esta inovadora abordagem educacional foi desenvolvida inicialmente no Canadá (1969), sendo implementada em várias universidades e faculdades de ponta em todo o mundo. O método ABP enfatiza a aprendizagem ativa e significativa, baseando-se em 4 modernos princípios de aprendizagem: construtivo, colaborativo, contextual e autodirigido.

O estudante é considerado o centro do processo de aprendizagem. A partir da contextualização e resolução de problemas reais, os estudantes divididos em grupos tutorias de até 12 participantes, constroem ativamente o conhecimento de maneira colaborativa, compartilhando tarefas e responsabilidades, sob a supervisão de tutores. Deste modo, desde o início do curso, os estudantes vivenciam uma abordagem e ambiente educacional que propiciam o desenvolvimento de conhecimentos e habilidades profissionais, como liderança, senso crítico, comunicação, trabalho em equipe, raciocínio clínico, entre outros.

Em Pernambuco, a Faculdade Pernambucana de Saúde é pioneira na implementação do método ABP no currículo de seus programas e cursos de graduação e pós-graduação.

A Faculdade Pernambucana de Saúde utiliza a mesma metodologia adotada nas melhores universidades do mundo, o método de ensino ABP – aprendizagem baseada em problemas. Aprendizagem Baseada em Problemas: Uma abordagem inovadora na formação de profissionais de saúde. A Aprendizagem Baseada em Problemas (ABP) representa uma importante e ampla mudança no cenário educacional para formação de profissionais de nível superior, sobretudo em cursos na área da saúde.

Esta inovadora abordagem educacional foi desenvolvida inicialmente no Canadá (1969), sendo implementada em várias universidades e faculdades de ponta em todo o mundo. O método ABP enfatiza a aprendizagem ativa e significativa, baseando-se em 4 modernos princípios de aprendizagem: construtivo, colaborativo, contextual e autodirigido.

O estudante é considerado o centro do processo de aprendizagem. A partir da contextualização e resolução de problemas reais, os estudantes divididos em grupos tutorias de até 12 participantes, constroem ativamente o conhecimento de maneira colaborativa, compartilhando tarefas e responsabilidades, sob a supervisão de tutores. Deste modo, desde o início do curso, os estudantes vivenciam uma abordagem e ambiente educacional que propiciam o desenvolvimento de conhecimentos e habilidades profissionais, como liderança, senso crítico, comunicação, trabalho em equipe, raciocínio clínico, entre outros.

Em Pernambuco, a Faculdade Pernambucana de Saúde é pioneira na implementação do método ABP no currículo de seus programas e cursos de graduação e pós-graduação.

A Faculdade Pernambucana de Saúde utiliza a mesma metodologia adotada nas melhores universidades do mundo, o método de ensino ABP – aprendizagem baseada em problemas. Aprendizagem Baseada em Problemas: Uma abordagem inovadora na formação de profissionais de saúde. A Aprendizagem Baseada em Problemas (ABP) representa uma importante e ampla mudança no cenário educacional para formação de profissionais de nível superior, sobretudo em cursos na área da saúde.

Esta inovadora abordagem educacional foi desenvolvida inicialmente no Canadá (1969), sendo implementada em várias universidades e faculdades de ponta em todo o mundo. O método ABP enfatiza a aprendizagem ativa e significativa, baseando-se em 4 modernos princípios de aprendizagem: construtivo, colaborativo, contextual e autodirigido.

O estudante é considerado o centro do processo de aprendizagem. A partir da contextualização e resolução de problemas reais, os estudantes divididos em grupos tutorias de até 12 participantes, constroem ativamente o conhecimento de maneira colaborativa, compartilhando tarefas e responsabilidades, sob a supervisão de tutores. Deste modo, desde o início do curso, os estudantes vivenciam uma abordagem e ambiente educacional que propiciam o desenvolvimento de conhecimentos e habilidades profissionais, como liderança, senso crítico, comunicação, trabalho em equipe, raciocínio clínico, entre outros.

Em Pernambuco, a Faculdade Pernambucana de Saúde é pioneira na implementação do método ABP no currículo de seus programas e cursos de graduação e pós-graduação.

A Faculdade Pernambucana de Saúde utiliza a mesma metodologia adotada nas melhores universidades do mundo, o método de ensino ABP – aprendizagem baseada em problemas. Aprendizagem Baseada em Problemas: Uma abordagem inovadora na formação de profissionais de saúde. A Aprendizagem Baseada em Problemas (ABP) representa uma importante e ampla mudança no cenário educacional para formação de profissionais de nível superior, sobretudo em cursos na área da saúde.

Esta inovadora abordagem educacional foi desenvolvida inicialmente no Canadá (1969), sendo implementada em várias universidades e faculdades de ponta em todo o mundo. O método ABP enfatiza a aprendizagem ativa e significativa, baseando-se em 4 modernos princípios de aprendizagem: construtivo, colaborativo, contextual e autodirigido.

O estudante é considerado o centro do processo de aprendizagem. A partir da contextualização e resolução de problemas reais, os estudantes divididos em grupos tutorias de até 12 participantes, constroem ativamente o conhecimento de maneira colaborativa, compartilhando tarefas e responsabilidades, sob a supervisão de tutores. Deste modo, desde o início do curso, os estudantes vivenciam uma abordagem e ambiente educacional que propiciam o desenvolvimento de conhecimentos e habilidades profissionais, como liderança, senso crítico, comunicação, trabalho em equipe, raciocínio clínico, entre outros.

Em Pernambuco, a Faculdade Pernambucana de Saúde é pioneira na implementação do método ABP no currículo de seus programas e cursos de graduação e pós-graduação.

A Faculdade Pernambucana de Saúde utiliza a mesma metodologia adotada nas melhores universidades do mundo, o método de ensino ABP – aprendizagem baseada em problemas. Aprendizagem Baseada em Problemas: Uma abordagem inovadora na formação de profissionais de saúde. A Aprendizagem Baseada em Problemas (ABP) representa uma importante e ampla mudança no cenário educacional para formação de profissionais de nível superior, sobretudo em cursos na área da saúde.

Esta inovadora abordagem educacional foi desenvolvida inicialmente no Canadá (1969), sendo implementada em várias universidades e faculdades de ponta em todo o mundo. O método ABP enfatiza a aprendizagem ativa e significativa, baseando-se em 4 modernos princípios de aprendizagem: construtivo, colaborativo, contextual e autodirigido.

O estudante é considerado o centro do processo de aprendizagem. A partir da contextualização e resolução de problemas reais, os estudantes divididos em grupos tutorias de até 12 participantes, constroem ativamente o conhecimento de maneira colaborativa, compartilhando tarefas e responsabilidades, sob a supervisão de tutores. Deste modo, desde o início do curso, os estudantes vivenciam uma abordagem e ambiente educacional que propiciam o desenvolvimento de conhecimentos e habilidades profissionais, como liderança, senso crítico, comunicação, trabalho em equipe, raciocínio clínico, entre outros.

Em Pernambuco, a Faculdade Pernambucana de Saúde é pioneira na implementação do método ABP no currículo de seus programas e cursos de graduação e pós-graduação.

A Faculdade Pernambucana de Saúde utiliza a mesma metodologia adotada nas melhores universidades do mundo, o método de ensino ABP – aprendizagem baseada em problemas. Aprendizagem Baseada em Problemas: Uma abordagem inovadora na formação de profissionais de saúde. A Aprendizagem Baseada em Problemas (ABP) representa uma importante e ampla mudança no cenário educacional para formação de profissionais de nível superior, sobretudo em cursos na área da saúde.

Esta inovadora abordagem educacional foi desenvolvida inicialmente no Canadá (1969), sendo implementada em várias universidades e faculdades de ponta em todo o mundo. O método ABP enfatiza a aprendizagem ativa e significativa, baseando-se em 4 modernos princípios de aprendizagem: construtivo, colaborativo, contextual e autodirigido.

O estudante é considerado o centro do processo de aprendizagem. A partir da contextualização e resolução de problemas reais, os estudantes divididos em grupos tutorias de até 12 participantes, constroem ativamente o conhecimento de maneira colaborativa, compartilhando tarefas e responsabilidades, sob a supervisão de tutores. Deste modo, desde o início do curso, os estudantes vivenciam uma abordagem e ambiente educacional que propiciam o desenvolvimento de conhecimentos e habilidades profissionais, como liderança, senso crítico, comunicação, trabalho em equipe, raciocínio clínico, entre outros.

Em Pernambuco, a Faculdade Pernambucana de Saúde é pioneira na implementação do método ABP no currículo de seus programas e cursos de graduação e pós-graduação.

A Faculdade Pernambucana de Saúde utiliza a mesma metodologia adotada nas melhores universidades do mundo, o método de ensino ABP – aprendizagem baseada em problemas. Aprendizagem Baseada em Problemas: Uma abordagem inovadora na formação de profissionais de saúde. A Aprendizagem Baseada em Problemas (ABP) representa uma importante e ampla mudança no cenário educacional para formação de profissionais de nível superior, sobretudo em cursos na área da saúde.

Esta inovadora abordagem educacional foi desenvolvida inicialmente no Canadá (1969), sendo implementada em várias universidades e faculdades de ponta em todo o mundo. O método ABP enfatiza a aprendizagem ativa e significativa, baseando-se em 4 modernos princípios de aprendizagem: construtivo, colaborativo, contextual e autodirigido.

O estudante é considerado o centro do processo de aprendizagem. A partir da contextualização e resolução de problemas reais, os estudantes divididos em grupos tutorias de até 12 participantes, constroem ativamente o conhecimento de maneira colaborativa, compartilhando tarefas e responsabilidades, sob a supervisão de tutores. Deste modo, desde o início do curso, os estudantes vivenciam uma abordagem e ambiente educacional que propiciam o desenvolvimento de conhecimentos e habilidades profissionais, como liderança, senso crítico, comunicação, trabalho em equipe, raciocínio clínico, entre outros.

Em Pernambuco, a Faculdade Pernambucana de Saúde é pioneira na implementação do método ABP no currículo de seus programas e cursos de graduação e pós-graduação.

A Faculdade Pernambucana de Saúde utiliza a mesma metodologia adotada nas melhores universidades do mundo, o método de ensino ABP – aprendizagem baseada em problemas. Aprendizagem Baseada em Problemas: Uma abordagem inovadora na formação de profissionais de saúde. A Aprendizagem Baseada em Problemas (ABP) representa uma importante e ampla mudança no cenário educacional para formação de profissionais de nível superior, sobretudo em cursos na área da saúde.

Esta inovadora abordagem educacional foi desenvolvida inicialmente no Canadá (1969), sendo implementada em várias universidades e faculdades de ponta em todo o mundo. O método ABP enfatiza a aprendizagem ativa e significativa, baseando-se em 4 modernos princípios de aprendizagem: construtivo, colaborativo, contextual e autodirigido.

O estudante é considerado o centro do processo de aprendizagem. A partir da contextualização e resolução de problemas reais, os estudantes divididos em grupos tutorias de até 12 participantes, constroem ativamente o conhecimento de maneira colaborativa, compartilhando tarefas e responsabilidades, sob a supervisão de tutores. Deste modo, desde o início do curso, os estudantes vivenciam uma abordagem e ambiente educacional que propiciam o desenvolvimento de conhecimentos e habilidades profissionais, como liderança, senso crítico, comunicação, trabalho em equipe, raciocínio clínico, entre outros.

Em Pernambuco, a Faculdade Pernambucana de Saúde é pioneira na implementação do método ABP no currículo de seus programas e cursos de graduação e pós-graduação.

A Faculdade Pernambucana de Saúde utiliza a mesma metodologia adotada nas melhores universidades do mundo, o método de ensino ABP – aprendizagem baseada em problemas. Aprendizagem Baseada em Problemas: Uma abordagem inovadora na formação de profissionais de saúde. A Aprendizagem Baseada em Problemas (ABP) representa uma importante e ampla mudança no cenário educacional para formação de profissionais de nível superior, sobretudo em cursos na área da saúde.

Esta inovadora abordagem educacional foi desenvolvida inicialmente no Canadá (1969), sendo implementada em várias universidades e faculdades de ponta em todo o mundo. O método ABP enfatiza a aprendizagem ativa e significativa, baseando-se em 4 modernos princípios de aprendizagem: construtivo, colaborativo, contextual e autodirigido.

O estudante é considerado o centro do processo de aprendizagem. A partir da contextualização e resolução de problemas reais, os estudantes divididos em grupos tutorias de até 12 participantes, constroem ativamente o conhecimento de maneira colaborativa, compartilhando tarefas e responsabilidades, sob a supervisão de tutores. Deste modo, desde o início do curso, os estudantes vivenciam uma abordagem e ambiente educacional que propiciam o desenvolvimento de conhecimentos e habilidades profissionais, como liderança, senso crítico, comunicação, trabalho em equipe, raciocínio clínico, entre outros.

Em Pernambuco, a Faculdade Pernambucana de Saúde é pioneira na implementação do método ABP no currículo de seus programas e cursos de graduação e pós-graduação.